Blog da TMI

Aprimoramento: Preparando o Niraj, equipe da TMI visita Balneário Camboriú, a meca dos prédios super altos

Compartilhe :

Com as obras dos maiores prédios do Centro-Oeste iniciadas em Rondonópolis, especificamente do Niraj Towers, uma equipe de profissionais do Grupo TMI realizou uma visita técnica entre os dias 11 e 14 deste mês de junho na cidade de Balneário Camboriú, em Santa Catarina, conhecida por abrigar a maior quantidade de prédios super altos no Brasil. O objetivo foi validar as estratégias traçadas para a execução do Niraj e buscar conhecer na prática conhecimentos técnicos para serem implementados na obra.

A visita contemplou obras das empresas FG Empreendimentos e Cechinel, o setor comercial da empresa Embraed e ainda uma reunião com a equipe da qualidade, planejamento e suprimentos da FG. Os profissionais da TMI que viajaram à Santa Catarina foram Adeir Pinto da Silva, coordenador de Execução da Obra do Niraj; Maria Aparecida Brito dos Santos, gerente de Qualidade; Marcon Briam Souza do Nascimento, engenheiro de Orçamento e Planejamento; Victor Bruno Gonçalves dos Reis, arquiteto; Nautenes Alves Maia de Carvalho, engenheiro responsável pela execução do Niraj; e Estevão Damião de Almeida Espósito, diretor de Engenharia.

Integrantes da comitiva da TMI em Balneário Camboriú/SC

Conforme o sócio fundador do Grupo TMI, Thiago Muniz, a viagem foi realizada considerando que a empresa vem apostando e investindo muito em inovação e em novos métodos construtivos, assim como os que vêm sendo muito praticados em Balneário Camboriú, referência na construção civil. Nisso, atesta que a TMI vem trazendo novas tecnologias para Rondonópolis, oportunizando que a sua equipe técnica possa evoluir nos métodos construtivos, garantindo não apenas rapidez na execução das obras, mas redução no uso de materiais de construção e especialmente conquista de sustentabilidade.

Nesses dias em Camboriú, a equipe da TMI pôde, além de aprimorar o conhecimento, atestar que a empresa rondonopolitana está no caminho certo na construção civil, fazendo deslocar o eixo dos prédios super altos para o centro do Brasil. “Os engenheiros de lá ficaram encantados com o projeto do Niraj, até porque temos terrenos disponíveis em Mato Grosso. Aqui não é só um empreendimento muito alto. Os projetos que eles têm lá são esguios, esbeltos. Aqui temos duas torres, ampla área de lazer, shopping, hotel, centro de convenções, o que faz brilhar os olhos deles”, observou a gerente de qualidade do Grupo TMI, Maria Aparecida Brito, acrescentando que em alguns aspectos a empresa rondonopolitana está à frente das catarinenses, a exemplo da construção virtual do Niraj.

Parte da comitiva do Grupo TMI na FG Empreendimentos

Na viagem, a equipe de Mato Grosso pôde ainda conhecer detalhes de tecnologias inovadoras, como a fachada ventilada, que permite melhoria térmica e acústica, além de eficiência construtiva. “Algo que me chamou muito atenção é a solução de fachada ventilada, que praticamente todo mundo usa lá e a TMI vai ser a primeira a adotar em Mato Grosso. Também chamou a atenção algumas soluções relacionadas a fôrmas de paredes de concreto, algo que está sendo bastante usada por lá e queremos implantar aqui. Dirimimos algumas dúvidas para implementarmos essas tecnologias aqui no Niraj”, externou o coordenador de Execução da Obra do Niraj, Adeir Pinto da Silva. “Com os procedimentos e gerenciamentos que adotamos, não deixamos a desejar em relação às construtoras que estão há muito tempo nesses grandes mercados. E, com as soluções que estamos implementando e que foram consolidadas nessa visita, vamos estar com as melhores tecnologias usadas nas principais construtoras do Brasil, até mesmo à frente em algumas situações”, acrescentou.

O diretor de Engenharia da TMI, Estevão Damião Espósito, reforçou que a viagem foi muito importante para validar soluções que a empresa vinha traçando para o Niraj, bem como perceber desafios e novas soluções, especialmente ligadas a edificações de grandes alturas. Ele atestou que, em particular, lhe chamou a atenção a importância dada pelas grandes construtoras ao sistema ESG (que une conceitos de sustentabilidade, governança e consciência social). No caso catarinense, esse conceito ganha vital importância em função da falta de espaços, de mobilidade e até de limitações de horários de trabalhos que eles têm. “Com isso, eles precisam implantar conceitos de obra limpa, o que também vamos fazer no Niraj, com o uso de paredes de concreto e paredes internas de drywall, que não gera grandes volumes de resíduos e caminha no rumo da sustentabilidade”, pontuou Estevão.

A avaliação unânime da equipe da TMI é que a visita técnica foi muito produtiva. “Os resultados, em termos dessa visita, foram muito positivos. Na verdade, eu fiquei até mais animado do que eles que foram até lá, pois foram validados pontos muito importantes para evolução de uma obra, como rapidez da sua execução e sustentabilidade do empreendimento, inclusive no pós-obra. Fiquei realmente muito satisfeito com os resultados”, finalizou Thiago.

Veja Também

Momento histórico: Bênção marca concretagem da primeira super estaca do Niraj Towers

Nova realidade: Empreendimentos refletem busca por mais saúde e qualidade de vida

Desenvolvimento: Região Salmen se consolida em serviços de saúde e atrai investimentos

Inovação: Niraj Towers usará tecnologia BIM, que vem revolucionando a construção civil

Niraj Towers: Obras dos maiores prédios do Centro-Oeste começam a movimentar construção civil da cidade